PSICOTERAPIA PSICANALÍTICA E SUA DIFERENÇA DE OUTRAS TERAPIAS

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter

Um dos aspectos mais importantes da psicoterapia psicanalítica é que ela leva em conta o inconsciente, com todos os seus estranhos mecanismos, defesas, processos etc. Esse é também o principal ingrediente que o diferencia de outros tipos de psicoterapias, como a Psicoterapia Sistêmica, Terapia Comportamental Cognitiva (TCC), Fenomenológica e vários outros tipos de apoio psicológico.

Costuma-se dizer nos círculos da psicoterapia psicanalítica que qualquer coisa em nosso comportamento que não possa ser explicada pela razão pode ser explicada pela existência do inconsciente, que não funciona dentro dos limites da ética e da moralidade e não conhece lógica, tempo ou espaço.

Isso é óbvio em nossos sonhos, onde o tempo e o espaço não têm fronteiras e onde somos capazes de cometer atos que nem nos atreveríamos a pensar em nossa vida desperta.

Um princípio básico da psicoterapia psicanalítica, portanto, é que, para entender o funcionamento interno da mente, é necessário entender nosso inconsciente como um aspecto de nossa psique que tem um impacto sobre nossos sentimentos, pensamentos, percepções e comportamento.

É através desse entendimento que se obtém maior controle do mundo externo a partir da compreensão do mundo interno, a pessoa se torna mais capaz de lidar com os desafios que a vida apresenta no “aqui e agora”. A psicoterapia psicanalítica é, com efeito, uma ferramenta valiosa para encontrar e criar significado.

O que a psicoterapia psicanalítica pode ajudar?

A psicoterapia psicanalítica é adequada e pode ajudar com vários tipos de dificuldades emocionais e mentais, bem como problemas psicossomáticos.

A Psicoterapia Psicanalítica pode ajudar nos casos de:

  • Ansiedade, estresse, síndrome do pânico
  • Perda, tristeza, separação
  • Fobias
  • Depressão, luto
  • Problemas familiares
  • Distúrbios de personalidade (Transtorno Borderline)
  • Transtorno Bipolar
  • Baixa autoestima
  • Transtornos alimentares (anorexia, bulimia)
  • Compulsões
  • Dificuldades sexuais
  • Questões e questões relacionadas à sexualidade, homossexualidade masculina e feminina, bissexualidade, transgênero, etc.
  • Dificuldades nos relacionamentos, para indivíduos heterossexuais e homossexuais
  • Problemas psicossomáticos dentre outros sofrimentos afetivos.

Na psicoterapia psicanalítica, há uma regra básica, válida desde o tempo de Freud:

“Fale livremente durante a terapia, expresse seus pensamentos e sentimentos que vierem a sua mente.”

Entre em contato comigo:

Marina S. R. Almeida

Consultora Ed. Inclusiva, Psicóloga Clínica e Escolar

Neuropsicóloga, Psicopedagoga e Pedagoga Especialista

CRP 41029-6

INSTITUTO INCLUSÃO BRASIL

(13) 34663504

Whatsapp (13) 991773793

Jacob Emmerich, 365 sala 13 – Centro – São Vicente-SP

CEP 11310-071

marinaalmeida@institutoinclusaobrasil.com.br

www.institutoinclusaobrasil.com.br

 

https://www.facebook.com/InstitutoInclusaoBrasil/

https://www.facebook.com/marina.almeida.9250

https://www.facebook.com/groups/institutoinclusaobrasil/

 

Conheça os E-Books

Coleção Escola Inclusiva

Coleção Escola Inclusiva

A Coleção Escola Inclusiva aborda vários temas da educação, elucidando as dúvidas mais frequentes dos professores, profissionais e pais relativas à Educação Inclusiva.

Outros posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×