Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter

A análise de sonhos é realizada discutindo os sonhos do cliente em detalhes. O terapeuta guiará o cliente através dessa discussão, fazendo perguntas e estimulando o cliente a lembrar e descrever o sonho com o máximo de detalhes possível.

Enquanto o cliente fala sobre o seu sonho, o terapeuta tentará ajudar o cliente a classificar o conteúdo “manifesto” do conteúdo “latente”. O conteúdo manifesto é o que o cliente lembra sobre o seu sonho, o que aconteceu, quem estava lá, como se sentiu, o ambiente físico e temporal do sonho, etc.

O conteúdo latente é o que está abaixo da superfície do sonho, e isso é onde está o significado do sonho.

Embora Freud quase sempre encontrasse um impulso sexual reprimido ou um significado relacionado ao sexo no conteúdo latente, os intérpretes de sonhos de hoje ampliaram seu escopo de significado. Portanto a análise dos sonhos não está associada a manuais de significados de sonhos, esoterismo, crendices populares e ou misticismo.

A técnica de interpretação de sonhos está intimamente ligada ao escopo da Teoria Psicanalítica que remete a subjetividade do paciente, aos seus conteúdos representativos e únicos.

Entre em contato comigo e agende uma entrevista: 

Marina S. R. Almeida

Consultora Ed. Inclusiva, Psicóloga Clínica e Escolar

Neuropsicóloga, Psicopedagoga e Pedagoga Especialista

CRP 41029-6

INSTITUTO INCLUSÃO BRASIL

Whatsapp (13) 991773793 ou (13) 34663504  

Jacob Emmerich, 365 sala 13 – Centro – São Vicente-SP

CEP 11310-071

marinaalmeida@institutoinclusaobrasil.com.br

www.institutoinclusaobrasil.com.br

https://www.facebook.com/InstitutoInclusaoBrasil/

https://www.facebook.com/marina.almeida.9250

https://www.facebook.com/groups/institutoinclusaobrasil/

Conheça os E-Books

Coleção Escola Inclusiva

Coleção Escola Inclusiva

A Coleção Escola Inclusiva aborda vários temas da educação, elucidando as dúvidas mais frequentes dos professores, profissionais e pais relativas à Educação Inclusiva.

Outros posts

DISLEXIAS – PROF. JOSÉ PACHECO

Prof. José Pacheco Volto ao questionável ato de rotular e tratar alunos como “deficientes”. Trago-vos dois episódios, que podem ilustrar uma realidade oculta: há fenômenos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×